segunda-feira, 16 de março de 2015

Raspberry Pi, um computador do tamanho de um cartão de cŕedito

O Raspberry Pi é um computador completo do tamanho de um cartão crédito, desenvolvido pela Raspberry Pi Foundation. Seu custo varia entre $20 e $35 dólares e ele consome menos de 5 watts de energia!
Desde de que foi lançado em 2012, o Raspberry Pi ganhou popularidade e diversos projetos já foram realizados com ele. Basta procurar na internet para encontrar centenas de ideias, de robôs autônomos à servidores caseiros.

Já que o Raspberry é um computador completo, é possível conectar um teclado/mouse sem fio e um cabo HDMI e utilizá-lo normalmente, com interface gráfica. Isso significa, por exemplo, que você pode transformar sua TV em uma Smart TV! Basta conectar o cabo HDMi na sua TV, um cabo de internet ou adaptador wireless no Raspberry e um teclado/mouse. Será possível navegar na internet, ver filmes e rodar jogos, sem a necessidade de ficar conectando o computador! 
Como ele pode ficar ligado indeterminadamente e consome bem pouco, outra opção, que inclusive é o que eu estou fazendo com o meu, é torná-lo um servidor caseiro. Você pode hospedar sites, sistemas ou uma central de música.
É importante dizer que não é aconselhado ligar seu Raspberry na porta USB. O mais recomendado é utilizar um adaptador de parede que forneça 5V e no mínimo 1A (alguns lugares recomendam até 2A).
Wall Charger - 5V USB (1A)

Modelos

Atualmente existem cinco modelos de Raspberry Pi. O A, A+, B, B+ e a segunda geração.
Eu comprei e possuo atualmente o modelo B+, a versão com 512 MB de ram, que custa $35 e era a versão mais robusta.
Recentemente foi lançada a versão Raspberry Pi 2 Model B, que possui 1 GB de Ram, além de melhorias de hardware e a possibilidade de rodar Windows 10!
Recomendo comprar a segunda versão, a não ser que você pretenda desenvolver projetos embarcados.

Sistema operacional e guia de início

Se você comprou e quer saber o que deve fazer, siga  o Quick Start Guide
Basicamente você deverá colocar o sistema operacional no cartão SD e seguir os passos do NOOBS, um gerenciador de instalação que ajuda a configurar o sistema operacional do Pi.
Sobre o sistema, o Raspberry roda diversos sistemas operacionais compatíveis com sua arquitetura. O recomendado é instalar o Raspian, sistema baseado em Debian e otimizado para o Pi. 
No entanto, se você está procurando algo mais específico, pode conferir na página de downloads do Raspberry.
Uma das novidades da segunda geração é a possibilidade de utilizar o Windows 10.

O Raspian vem com diversos software instalados por padrão. É possível jogar uma versão de Minecraft, programar em Python ou aprender a programar com o Scratch
Minecraft: Pi Edition

Comprando no Brasil ou no exterior

Hoje já é possível encontrar o Raspberry em algumas lojas online ou no Mercado Livre. 
Eu comprei o meu em outubro do ano passado, através da Sparkfun, um excelente site de eletrônicos.
Paguei $35 dólares, o que deu em torno de R$85,00. No entanto, o produto caiu na Receita Federal, algo que pode acontecer ao importar algo pela internet e foi taxado em R$100.
O total de R$185 ainda era mais barato do que comprar aqui, que fica em torno de R$230. Então dependendo do valor do dólar, vale comprar no exterior, mesmo sendo taxado.
O Sparkfun é bastante confiável e possui produtos excelentes. Outras coisas que comprei lá foram um adaptador de parede de 5V e um case:

Módulo câmera e pinos


Um recurso muito legal mas que ainda não tive a oportunidade de testar é o módulo câmera. Existe um módulo pronto que você pode comprar para começar a trabalhar com imagens no Pi. É possível desenvolver uma série de projetos que envolvem processamento de imagens com isso.

GPIO (general purpose input/output) pins
Você também pode controlar diversos dispositivos eletrônicos usando os pinos de entrada/saída disponíveis no Raspberry, de forma semelhante aos pinos do Arduino.